Voltar
22/11/2017| Dia Mundial do Cancro do Pâncreas: coligação internacional pede melhores condições para os doentes

Citado em comunicado de imprensa, o Dr. Vítor Neves, presidente da Europacolon Portugal, a única representante portuguesa na Coligação internacional, alerta para a necessidade de inverter a tendência do diagnóstico do cancro do pâncreas num estadio avançado, bem como para incentivar um maior investimento na investigação orientada para novas formas de diagnóstico e tratamento. “A investigação do carcinoma do pâncreas recebe menos de 2% de todos os financiamentos para a investigação do cancro na Europa, número este que se tem mantido nos últimos 40 anos, o que indica que é urgente alterarmos esta realidade”, revela.
Recorde-se que a patologia representa um dos cancros com a mais baixa taxa de sobrevivência, estimando-se que, se nada for feito, o cancro do pâncreas seja a 4.ª causa de morte por cancro em 2020.
Para assinalar a efeméride, a Europacolon Portugal organizou, dia 16, um evento sob o mote “A Prevenção e Diagnóstico Precoce no Cancro Pancreático”. A importância da prevenção, do diagnóstico precoce, do investimento na investigação e iniciativas desenvolvidas no mundo e em Portugal para controlo da doença foram alguns dos temas abordados numa sessão que contou com a presença de vários especialistas.


Notícia original em http://www.newsfarma.pt/noticias/5962-dia-mundial-do-cancro-do-p%C3%A2ncreas-coliga%C3%A7%C3%A3o-internacional-pede-melhores-condi%C3%A7%C3%B5es-para-os-doentes.html

 

Fonte Texto e Imagem: News Farma

Voltar